Contato - e-mail: dglaucio@hotmail.com Twitter: @davisgquinelato msn: dglaucio@hotmail.com Facebook: Davis Quinelato.

domingo, 18 de dezembro de 2011

Reflexão: Proteção aos Animais.




Dizem os irmãos espíritas que todos os animais de estimação, assim como nossos parentes queridos,nos aguardam no outro lado quando morremos...
se assim for....segue uma história...

O pequeno filhote e o cão mais velho estavam deitados à sombra, sobre a grama verde, observando os reencontros.

Às vezes um homem, às vezes uma mulher, às vezes uma família inteira se aproximava da Ponte do Arco-Íris, era recebida por seus animais de estimação com muita festa e eles cruzavam juntos a ponte.

De repente houve um grande tumulto na ponte e o filhotinho cutucou o cão mais velho:

"Olha lá! Tem alguma coisa maravilhosa acontecendo!"

O cão mais velho se levantou e latiu:

"Rápido! Vamos até a entrada da ponte!"

"Mas aquele não é o meu dono", choramingou o filhotinho; mas obedeceu.

Milhares de animais de estimação correram em direção àquela pessoa vestida de branco que caminhava em direção à ponte.

Conforme aquela pessoa iluminada passava por cada animal, o animal fazia uma reverência com a cabeça em sinal de amor e respeito.

A pessoa finalmente aproximou-se da ponte, onde foi recebida por uma multidão de animais que lhe faziam muita festa.

Juntos, eles atravessaram a ponte e desapareceram.

O filhotinho ainda estava atônito:

"Aquele era um anjo?", perguntou baixinho.

"Não, filho", respondeu o cão mais velho.

"Aquele era mais do que um anjo.Era uma protetora de animais que passou seu tempo na terra salvando vidas e olhando por nós...”.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Artigo: O meio-ambiente, os desastres e o INPE (Mario Eugênio Saturno)





Ao contrário do que muita gente pensa, o Brasil não é um país livre dos desastres naturais. Quando vemos os terremotos, vulcões, furacões, maremotos e nevascas dos outros, tendemos a crer que somos o país mais abençoado do planeta. Porém, muita gente morre por causa das chuvas de verão. Será que as autoridades estão preparadas para os desastres dos próximos três meses?

Ao menos o INPE vem dando sua parcela de contribuição. A começar com um curso para meteorologistas que busca capacitá-los no uso de ferramentas para previsão e análise do tempo severo. O INPE também está ajudando no desastre do vazamento de petróleo na Bacia de Campos. da empresa americana Chevron, no litoral norte do Rio de Janeiro. Desde 2009, o INPE recebe imagens usadas para a detecção de poluentes na superfície do mar e outras aplicações.

Para o desastre global do aquecimento, o INPE lançou e já disponibiliza na internet o LuccME (www.terrame.org), do inglês “Land Use and Cover Change”. É uma ferramenta de código aberto para a construção e customização de modelos de mudança de uso e cobertura da terra.

O INPE também distribui gratuitamente imagens de satélite para os africanos. No Gabão, já está sendo construída uma estação de recepção em Libreville, como no Egito e no Quênia, enquanto que na África do Sul e nas Ilhas Canárias, a infraestrutura já está completa.

Certamente, o INPE vai ser um importante agente na luta da humanidade pela preservação do ambiente e do próprio ser humano. Isso se o próprio sobreviver à reforma que preparam, aos cortes de verba e à aposentadoria dos funcionários.


Mario Eugenio Saturno é Tecnologista Sênior do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), professor do Instituto Municipal de Ensino Superior de Catanduva e congregado mariano. (mariosaturno@uol.com.br)

Gatinhos precisam de um lar Urgente.


Contato: deyse_msoares@hotmail.com
Fone:17 - 9743 2080.

Facebook : Proteção Animal:eu apóio
http://www.protecaoanimaleuapoio.blogspot.com/

Legião Mirim de Catanduva e entidades recebem apoio de Deputado Edinho Araújo.



O deputado federal Edinho Araújo (PMDB-SP) visitou o município de Catanduva nesta segunda-feira (12/12) para anunciar a inclusão de R$ 350 mil de emenda parlamentar no orçamento de 2012 do governo federal. Os recursos serão destinados para atender quatro instituições e construção de uma unidade de saúde.

A primeira reunião em Catanduva foi com o prefeito Afonso Macchione. Edinho Araújo informou que a inclusão de emenda de R$ 250 mil será para a construção de uma unidade de saúde, que já recebeu parte de verba também do governo federal. “Com a emenda, vamos agora definir o local da construção da UBS”, informou Afonso Macchione, que agradeceu o deputado pela ajuda ao município de Catanduva.

Na audiência com o prefeito o deputado Edinho Araújo estava acompanhado do vice-prefeito Roberto Cacciari, do presidente do diretório municipal do PMDB, Fabrício Patriani, e de Julinho Ramos.

Edinho informou ainda que reservou R$ 100 mil da emenda parlamentar a que tem direito para o Fundo Social de Solidariedade. A verba deverá ser repassada, no valor de R$ 25 mil cada, para a Legião Mirim, Apae, Associação Pão Nosso, entidade que cuida de dependentes químicos, e o Gasa, grupo de apoio a doentes de Aids.

Convênio garante verba para Jardim Monte Líbano em Catanduva.

                       
Foi assinado no último dia 13/12, o convênio que libera R$ 150 mil para a construção do Sistema de Lazer Urbanizado, no Jardim Monte Líbano, fruto de mais uma conquista do deputado Geraldo Vinholi para Catanduva.

O convênio foi assinado pelo governador Geraldo Alckmin e o prefeito Afonso Macchione, em evento que aconteceu no Palácio dos Bandeirantes e contou com a presença de Vinholi.

Além desta verba para a construção do Sistema de Lazer, Vinholi já havia destinado em emendas ao orçamento 2012, R$ 1 milhão para asfaltar as ruas do Monte Líbano e dos bairros Paraíso, Cidade Jardim e Jardim Alpino.

Na Foto: Prefeito Macchione, Vivaldo Filho, chefe de gabinete de Vinholi e prefeita Vera Valejo de Catiguá

sábado, 3 de dezembro de 2011

Catanduva ganha um novo veículo de Comunicação.

Em breve, os Catanduvenses poderão contar com a Nova TV Catanduva, clique no vídeo e saiba mais.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Vinholi conquista R$ 3 milhões para implantar Radioterapia no Hospital Emílio Carlos

O deputado Geraldo Vinholi, atendendo a reivindicação da Diretoria da Fundação Padre Albino e em especial do vereador Nelson Lopes Martins, convidou-os nesta segunda-feira, 14/11, a comparecer em Taquaritinga, onde tinha compromisso agendado com o governador Geraldo Alckmin, para tratar de assuntos de interesse da Fundação.

Entre emenda do deputado Vinholi e complementado pelo Governo do Estado, o governador Alckmin e o secretário estadual da Saúde, Dr Giovanni Cerri autorizaram a verba de R$ 3 milhões para a instalação da radioterapia no Hospital Emílio Carlos de Catanduva, para tratamento gratuito de pacientes com câncer.

Este serviço atenderá o município e mais 18 cidades da região, elevando Catanduva a um patamar de destaque na área da saúde, uma vez que atualmente os pacientes têm que viajar e se afastar de suas residências e familiares.

“Catanduva merece este centro de tratamento de radioterapia, que será instalado numa instituição séria, competente e profissional, que é o Hospital Emílio Carlos e é enorme a minha satisfação em poder proporcionar melhores condições para os pacientes e seus familiares”, conclui Vinholi.




        Deputado Vinholi, Nelson Lopes Martins e representantes da Fundação Padre Albino.

Artigo: A Cruz de Cristo (Mario Eugênio Saturno).




A Cruz de Cristo

Creio não ser segredo para ninguém que o Velho Testamento utilizado pelos primeiros cristãos era a versão em grego e não a hebraica. Isso é facilmente verificável pela análise do Novo Testamento nas partes que copia o Velho. Porém, hoje, falamos o português, língua recente, existem péssimas traduções que levam muitos ditos evangélicos a cometerem erros incríveis.

Um erro comum de tradução refere-se ao corpo de Cristo, a Eucaristia. Vemos em Mt 26,26-28; Mc 14,22-24; Lc 22,19s; 1Cor 11,23-25 que muitos traduzem como: “Tomai, comei; isto significa meu corpo... Isto significa meu sangue”. Isso porque confundem a palavra “esti” (é) com “semainei” (significa). Cabe lembrar que esse erro não é cometido pelos protestantes, apesar de que não aceitam Cristo na Eucaristia. Portanto, a Bíblia diz: “Isto é meu corpo... Isto é meu sangue”. Não há duvida, a não ser a semeada pelo pai da mentira!

Outro erro refere-se à cruz. Afirma-se que a cruz é um símbolo pagão e que Jesus teria sido pregado em uma estaca e com as mãos transpassadas por um só prego. Isso porque traduz-se a palavra grega “staurós” por estaca ou estaca de tortura e não por cruz.

Originalmente, “staurós” significava poste, conforme se pode ver em Homero, Esíquio e outros. Porém, passou a significar duas traves (uma vertical e outra horizontal) atravessada uma na outra. E tanto os escritores pagãos como os cristãos nos apresentam a cruz no tempo de Cristo usada para punir os criminosos: havia uma trave vertical chamada “stipes” ou “staticulum”, e uma outra dita “patibulum”, que era fixada à anterior em sentido horizontal. O réu era preso à trave horizontal com os braços abertos e depois fixo ao poste vertical.

Isso pode ser verificado em Plauto, poeta romano (+ 184 a. C.): “Patibulum ferat per urbem, deinde adfigitur cruci. – Carregue o patíbulo através da cidade; depois seja preso à cruz”. Também em Firmício Materno, retórico pagão feito cristão (séc. IV d.C.): “Patibulo suffixus, in crucem tollitur. – Pregado ao patíbulo, é erguido na cruz”.

A mais antiga representação da cruz de Cristo data do século II: no Palatino (Roma) se encontrou um grafito, que apresenta a Cruz com dois braços e um Crucificado com cabeça de asno, diante do qual se vê um indivíduo em adoração. – Uma inscrição explica: “Alexámenos venera o seu Deus”. – Este desenho bem ilustra como os antigos pensavam ter sido a Cruz de Cristo.

São Justino (+ 165 d. C..) vê em Moisés rezando com os braços estendidos (Ex 17,10-12) a figura de Jesus intercedendo pela humanidade, pregado à Cruz (Diálogo com o judeu Trifão 90,4). E, ainda, cita Tertuliano (+ 222), autor cristão, a cruz de Cristo (De Oratione 29,4). Isso bem antes do Imperador Constantino (285-337) ter introduzido a Cruz de dois braços. D. Estevão Bettencourt nos mostra a importância de estudar bem antes de pregar. Eu diria que pregar o erro é pregar Cristo na Cruz.


Mario Eugenio Saturno é Tecnologista Sênior do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), professor do Instituto Municipal de Ensino Superior de Catanduva e congregado mariano. (mariosaturno@uol.com.br)

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Doação:Precisa de um lar!

Mestiço Husky procura um lar.
Contato: Deyse 9743 2080 ou por e-mail: protecaoanimaleuapoio@hotmail.com
Será doado castrado, vermifugado e vacinado.
 

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

BLOG ENTREVISTA: BETH SAHÃO.

BETH SAHÃO.



Psicóloga formada pela UEL - Universidade Estadual de Londrina, a deputada estadual Beth Sahão também é mestre em sociologia pela Unesp – Universidade Estadual Paulista, de Araraquara. Por quase 10 anos, chefiou o Departamento de Recursos Humanos de uma usina de açúcar e álcool da região de Catanduva.

Em 1997, assumiu a Secretaria de Governo de Catanduva, na gestão de seu irmão Félix. À frente da pasta, ajudou a implantar diversos programas sociais e de saúde, entre outros.

Em 2003, Beth foi eleita deputada estadual. Até hoje, a primeira e única mulher a representar a região Noroeste, na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo. Também foi a primeira mulher na história do Parlamento Paulista a presidir a Comissão de Agricultura do Estado.

Após dois anos trabalhando em Brasília, como assessora especial do Ministério do Turismo, Beth retornou ao cotidiano parlamentar paulista em janeiro de 2009. Assim como no primeiro mandato, ela trabalhou pelo desenvolvimento sustentável dos municípios e por políticas que melhorem a vida das pessoas, em especial, das crianças, dos adolescentes e das mulheres.

JOGO RÁPIDO

RELIGIÃO: Católica.

NOTA 10: Para quem é verdadeiramente humanista.

NOTA 0: Para o egoísmo.

UM MEDO: Barata, tenho pavor!

UMA PRAIA: Pipa (RN).

UM PERFUME: Chanel.

ENTREVISTA


A POLÍTICA QUANDO BEM PRATICADA É UMA GRANDE FONTE DE MUDANÇA SOCIAL. COMO VOCÊ DEFINE A POLITICA EM NOSSO MUNICIPIO? E QUAIS OS AVANÇOS DURANTE A ADMINISTRAÇÃO DA QUAL VOCÊ PARTICIPOU?

B.S.: As recentes experiências políticas em Catanduva provocaram um significativo envolvimento da população nas questões que implicam em ações públicas em nossa cidade. É extremamente positiva esta participação em debates e discussões travadas na esfera política que revelam amadurecimento e conquistas importantes para a comunidade. No período em que participei diretamente da administração municipal como Chefe de Gabinete (atual Secretaria de Governo), acredito que promovemos avanços importantes que concentraram-se principalmente nas áreas de educação, saúde, habitação e assistência social. Havia um atraso considerável nestas áreas que necessitavam de atenção e investimentos urgentes. Isso não quer dizer que não houveram investimentos em obras e saneamento, pelo contrário, construímos avenidas, bairros inteiros e completos , recuperamos asfaltos, perfuramos poços profundos...Enfim , foram anos de uma administração focada no ser humano, na infra estrutura do município e na organização das contas públicas.

QUAIS SUAS PRINCIPAIS CONQUISTAS PARA NOSSO MUNICÍPIO QUANDO EXERCEU O CARGO DE DEPUTADA ESTADUAL?

B.S.:Ao exercer o cargo de Deputada Estadual apresentei uma série de Projetos de Lei (alguns ainda tramitando ) em defesa das políticas públicas para a prevenção e combate ao câncer de Mama, no fortalecimento de políticas de bioenergia, atuei em frentes e comissões parlamentares e assumi o papel de interlocutora dos municípios junto as esferas de governo estadual, buscando encurtar as distâncias com o interior , promover a igualdade de gênero e lutando para melhorar a qualidade de vida de todos os paulistas. Desenvolvi ações no sentido de alvancar o desenvolvimento dos municípios, fiz gestões junto ao governo do estado e consegui a liberação de emendas importantes para as cidades, especialmente Catanduva , e para várias entidades de nossa cidade como para a Casa de Apoio a Criança e ao Adolescente, Sociedade Delfino Oliveira, Asilo Lirio dos Vales, Associação Mensageiro do Amor, Associação Amigo Germano, Apae, Associação Lola Zancaner, Associação Pão Nosso, Educandário São José, Sociedade Espírita Boa Nova, Vila São Vicente de Paula, Fundação Padre Albino, Casa da Criança Sinharinha Neto, Programa Beneficente Criança Cidadão do Futuro, Rede Nacional de Pessoas Vivendo com Aids, Associação Paulo de Tarso, e tantas outras na região.
A proximidade com o governo federal permitiu-me conseguir recursos importantes, a exemplo dos 10 milhões que estão sendo investidos na recuperação do Rio São Domingos, recursos para a construção e reformas de escolas, veículos SAMU, unidades de saúde,para a aquisição caminhões, verbas para recapes e pavimentação asfaltica, para perfuração de poços...Enfim , Catanduva nunca havia recebido tantos recursos federais , principalmente com os 30 milhões do PAC II. A maior verba da história da cidade, assinada pela Presidenta Dilma, do meu partido. O Governo do PT liberou mais de 150 milhões para Catanduva nos últimos anos -de FPM foram mais de 75 milhões - e para obras e investimentos, sendo que parte destes valores foram conquistados em razão de nosso trabalho e gestão junto aos órgãos federais.


                             Maria Sahão, Padre Sinval e Beth Sahão


2012 TEREMOS ELEIÇÕES MUNICIPAIS. QUAL A SUA EXPECTATIVA POLÍTICA EM TORNO DE SEU NOME PARA DISPUTAR O CARGO DE PREFEITA?

B.S.:Estou muito feliz com as demonstrações de apoio ao meu nome enquanto pré candidata a Prefeitura de Catanduva. Claro que as convenções e eleições ocorrerão no próximo ano , mas as manifestações e carinho que recebo nas ruas me estimulam a trabalhar ainda mais pela cidade. O Partido dos Trabalhadores é um partido privilegiado , tem história de conquistas em Catanduva e apresenta em seu quadro de filiados pessoas com competências que também colaboram com o crescimento da cidade. Tenho trabalhado muito para trazer recursos e investimentos afim de ver nossa cidade crescer e se desenvolver. Gosto da política e tenho paixão por Catanduva. Ser pré candidata a Prefeita me honra e sei que posso contribuir muito , com trabalho, dedicação e seriedade ,para que nossa cidade se desenvolva garantindo oportunidades para todos.

COMO VOCÊ DEFINE UMA SUPOSTA VINDA DO PRESÍDIO PARA NOSSA CIDADE?

B.S:Um retrocesso. Um desrespeito a população. Uma arbitrariedade do Governo Estadual do PSDB. A cidade sofrerá impactos negativos com a instalação de um presídio em regime semi aberto e a população sabe disso e demonstrou claramente que não concorda com a vinda deste CPP (Centro de Progressão Presidiária) . Catanduva e a nossa região não oferecem estrutura para absorver os presidiários e as famílias que eventualmente acompanharão estes detentos pois necessitarão de escolas, postos de saúde, atendimento médico e odontológico, habitação, transporte coletivo, enfim uma gama de serviços públicos que serão sobrecarregados. Sem dizer dos grupos criminosos que poderão vir prá cá, do aumento de delitos, como os que ocorrem em cidades onde já foram implantados estes presídios. Até hoje ninguém respondeu por que Catanduva foi escolhida para a construção desse presídio, foi “vingança” de deputado com prefeito como noticiado na imprensa local? Foram feitos os estudos de impacto ambiental e social? Foram definidas compensações financeiras para a cidade? É importante mantermos a mobilização e atenção, não queremos um presídio nos moldes que o Governo Estadual nos impõe. Queremos dialogar, buscar alternativas que não prejudiquem o crescimento de Catanduva . Por isso o Movimento Alerta Catanduva busca agendar uma audiência com o Governador e mantêm reuniões periódicas para continuar criando ações de resistência a vinda do presídio.




A SITUAÇÃO DOS ANIMAIS EM CATANDUVA SÓ NÃO É MAIS PRECÁRIA DEVIDO AO TRABALHO VOLUNTÁRIO DE ALGUMAS PESSOAS E ENTIDADE. VOCÊ PRETENDE CASO SEJA ELEITA IMPLANTAR UMA CAMPANHA DE CASTRAÇÃO DE CÃES E GATOS GRATUITA A QUEM NÃO PODE PAGAR? JÁ QUE É UM MÉTODO EFICIENTE E APROVADO PELA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE?

B.S.: Recentemente a Câmara Municipal aprovou um Projeto de Lei de autoria da vereadora Paula Carnelossi do P.T. ,que estabelece normas para o cadastro através de chipagem ou tatuagem de animais domésticos e/ou domesticados no município de Catanduva. Considero a proposta do Projeto um avanço significativo para a proteção de cães e gatos pois muitos são abandonados e acabam sofrendo maus tratos pelas ruas. Tenho acompanhado o trabalho de voluntários, especificamente os que atuam na ONG ASA e percebo o comprometimento das pessoas com a proteção dos animais. Inclusive quero estreitar relações com o voluntariado de Catanduva, até para definir ações como a que você propõe , ampliar parcerias com médicos veterinários, equipar o Centro de Zoonozes, desenvolver campanhas conjuntas com a ASA por exemplo para chipagem e castração gratuitas e estabelecer convênios com Faculdades de Veterinária . Creio que são algumas ações possíveis de empreendermos e que certamente permitirão proteger os animais e controlar a crescimento da desordenado da população de cães e gatos em nosso município.


CATANDUVA OCUPA 224º LUGAR NO MUNICIPIO VERDE E AZUL NO ESTADO DE SÃO PAULO. RECENTEMENTE A PRESIDENTE DILMA DO SEU PARTIDO, AUTORIZOU A TÃO SONHADA VERBA PARA DESPOLUIÇÃO DO RIO SÃO DOMINGOS. COMO VOCÊ ANALISA ESSE FATO HISTÓRICO PARA NOSSA CIDADE?

B.S.:Parafraseando o nosso sempre Presidente Lula, nunca antes na história de Catanduva houve um recurso tão importante. Foram 30 milhões que serão investidos na construção da Estação de Tratamento de Esgoto, em parque público e em escola . Recursos que vão ajudar a promover o desenvolvimento de Catanduva, além de preservar o meio ambiente vão facilitar a vinda e instalação de novos empreendimentos capazes de gerar centenas de empregos. Fico muito feliz , o governo do PT é republicano e independente da sigla destina os recursos afim de promover o bem estar da população. È o que eu digo sempre, acima de nossas diferenças políticas com o governo municipal, estão os interesses da população e são estes que devemos respeitar e atender.


                                            Rio São Domingos


EM ENTREVISTA PARA ESTE BLOG O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE NEGÓCIOS JURIDICOS, DR. RICARDO HUMMEL QUANDO PERGUNTADO SOBRE O PONTO FRACO DA ATUAL ADMINISTRAÇÃO DISSE:   “As dificuldades existentes em face do montante do passivo herdado. Não só passivo refletido diretamente em dinheiro (mais de R$ 50.000.000,00 em janeiro de 2005), mas também os demais, refletidos em uma frota de veículos e equipamentos totalmente desgastados, cestas básicas atrasadas, salários atrasados, nenhuma gota de esgoto tratado, falta d´água diária em muitos pontos da cidade e isso só para se dizer o menos”


O QUE DIZER SOBRE ISSO?

B.S.:Poderia apontar que o atual governo municipal já apresenta um passivo refletido em dinheiro, ou seja uma dívida contraída de mais de 80 milhões. A divida da atual administração compromete mais de 40% da receita liquida deste ano. É grave! E olhe que as obras importantes, como as de saneamento estão sendo executadas com recursos federais. Sempre é salutar contextualizarmos as condições, quando o PT administrou Catanduva: o governo federal e estadual eram administrados pelo PSDB de Fernando Henrique Cardoso, então Presidente. O país vivia em clima de instabilidade econômica, os repasses constitucionais da União eram ínfimos e a cidade não recebeu absolutamente nada do governo federal. Todas as ações empreendidas foram realizadas em sua maioria com recursos próprios. Projetos que desenvolvemos nas áreas da Saúde , Educação e Social alavancaram Catanduva como a cidade exemplo no combate a dengue ou a "Canadá " da mortalidade infantil, cidade amiga da criança, ilha da tranquilidade, melhor carnaval do interior,cidade da inclusão social, fatos que orgulharam a cidade e elevaram a auto estima da população.Construimos mais de 2.500 casas, cujos conjunto habitacionais receberam infra estrutura completa. Controlamos as contas públicas, tivemos todas elas aprovadas pelo Tribunal de Contas, o IPMC ficou vinte vezes mais forte. Construímos e equipamos 20 postos de Saúde da Família, laboratórios de informática e construímos 07 novas escolas.Baixamos a evasão escolar de 8,48% para 0,51% e organizamos a rede municipal de educação. Perfuramos 13 poços profundos e 7 reservatórios. Remodelamos a cultura e no esporte foram construidas praças esportivas e incentivadas as modalidades de base .Executamos 18 pontes de concreto e inúmeras medidas contra enchentes. Asfaltamos 550 quarteirões , abrimos avenidas como a Theodoro Rosa Filho, a Avenida Jales, a Pastor Dutra por exemplo. Realizamos mais de 3 milhões de consultas e tecemos uma rede de proteção social com parcerias entre a assistência, fundo social e entidades. Saltamos de 6 ambulâncias velhas para 24 novas e outros 26 veículos só na saúde,”pra dizer o menos”.

SUA MENSAGEM FINAL.

B.S.:Quero agradecer a oportunidade, cumprimentá-lo pela iniciativa. Desejar–lhe boa sorte ! Estar comprometido com a comunidade, informando-a e abrindo espaço para o diálogo são atitudes positivas que devem ser reforçadas e ampliadas. Parabéns pelo trabalho e conte sempre comigo. Abraço!!


NOTA DO BLOG: Agradecemos a entrevistada Beth Sahão pela maneira cordial com que nos concedeu a Entrevista, e também aos seus assessores Paula e Caio Martani, retribuimos e desejamos Sucesso!

Camunicamos á todos os leitores que desejem se pronunciar que o BLOG se mantém no direito de não publicar qualquer comentário anônimo, ofensivo e  que não contribua com o debate democrático de idéias e o desenvolvimento de nossa cidade.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Clipe Musical

Uma belissima canção de Martin Valverde - "Ninguém te ama como eu".


terça-feira, 25 de outubro de 2011

Reflexão:Uma Carta do Passado, que reflete o futuro!




Na fila do supermercado o caixa diz uma senhora idosa que deveria trazer suas próprias sacolas para as compras, uma vez que sacos de plástico não eram amigáveis ao meio ambiente. A senhora pediu desculpas e disse: “Não havia essa onda verde no meu tempo.” O empregado respondeu: "Esse é exatamente o nosso problema hoje, minha senhora. Sua geração não se preocupou o suficiente com nosso meio ambiente. " "Você está certo", responde a velha senhora, nossa geração não se preocupou adequadamente com o meio ambiente.

Naquela época, as garrafas de leite, garrafas de refrigerante e cerveja eram devolvidos à loja. A loja mandava de volta para a fábrica, onde eram lavadas e esterilizadas antes de cada reuso, e eles, os fabricantes de bebidas, usavam as garrafas, umas tantas outras vezes. Realmente não nos preocupamos com o meio ambiente no nosso tempo. Subíamos as escadas, porque não havia escadas rolantes nas lojas e nos escritórios.

Caminhamos até o comércio, ao invés de usar o nosso carro de 300 cavalos de potência a cada vez que precisamos ir a dois quarteirões. Mas você está certo. Nós não nos preocupávamos com o meio ambiente. Até então, as fraldas de bebês eram lavadas, porque não havia fraldas descartáveis. Roupas secas: a secagem era feita por nós mesmos, não nestas máquinas bamboleantes de 220 volts. A energia solar e eólica é que realmente secavam nossas roupas. Os meninos pequenos usavam as roupas que tinham sido de seus irmãos mais velhos, e não roupas sempre novas. Mas é verdade: não havia preocupação com o meio ambiente, naqueles dias. Naquela época só tínhamos somente uma TV ou rádio em casa, e não uma TV em cada quarto.

E a TV tinha uma tela do tamanho de um lenço, não um telão do tamanho de um estádio; que depois será descartado como? Na cozinha, tínhamos que bater tudo com as mãos porque não havia máquinas elétricas, que fazem tudo por nós. Quando embalávamos algo um pouco frágil para o correio, usamos jornal amassado para protegê-lo, não plastico bolha ou pellets de plástico que duram cinco séculos para começar a degradar. Naqueles tempos não se usava um motor a gasolina para cortar a grama, era utilizado um cortador de grama que exigia músculos. O exercício era extraordinário, e não precisava ir a uma academia e usar esteiras que também funcionam a eletricidade. Mas você tem razão: não havia naquela época preocupação com o meio ambiente. Bebíamos diretamente da fonte, quando estávamos com sede, em vez de usar copos plásticos e garrafas pet que agora lotam os oceanos.

Canetas: recarregávamos com tinta umas tantas vezes ao invés de comprar uma outra. Abandonamos as navalhas, ao invés de jogar fora todos os aparelhos 'descartáveis' e poluentes só porque a lámina ficou sem corte. Na verdade, tivemos uma onda verde naquela época. Naqueles dias, as pessoas tomavam o bonde ou de ônibus e os meninos iam com suas bicicletas ou a pé para a escola, ao invés de usar a mãe como um serviço de táxi 24 horas. Tínhamos só uma tomada em cada quarto e não um quadro de tomadas em cada parede para alimentar uma dúzia de aparelhos. E nós não precisávamos de um GPS para receber sinais de satélites a milhas de distância no espaço, só para encontrar a pizzaria mais próxima. Então, não é visível que a atual geração fale tanto em meio ambiente, mas não quer abrir mão de nada e não pensa em viver um pouco como na minha época?

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Livro:As mães de Chico Xavier é destaque no Faustão.

O livro As mães de Chico Xavier foi lançado recentemente pela editora Catanduvense InterVidas e foi destaque no Domingão do Faustão.

CLIQUE NO VÍDEO.



Editora InterVidas: www.intervidas.com
Informações: 17 - 3524-9801 ou e-mail:editora@intervidas.com
Catanduva/SP.

Reflexão: Boneca e Chico Xavier.



Chico Xavier tinha uma cachorra de nome Boneca, que sempre esperava por ele, fazendo grande festa ao avistá-lo.

O Chico então dizia: Ah Boneca, estou com muitas pulgas!!!

Imediatamente ela começava a coçar o peito dele com o focinho.

Boneca morreu velha e doente. Chico sentiu muito a sua partida. Envolveu-a no mais belo xale que ganhara e a enterrou no fundo do quintal, não sem antes derramar muitas lágrimas.

Um casal de amigos, que a tudo assistiu, na primeira visita de Chico a São Paulo, ofertou-lhe uma cachorrinha idêntica à sua saudosa Boneca. A filhotinha, muito nova ainda, estava envolta num cobertor, e os presentes a pegavam no colo, sem, contudo, desalinhá-la de sua manta.

A cachorrinha recebia afagos de cada um. A conversa corria quando Chico entrou na sala e alguém colocou em seus braços a pequena cachorra. Ela, sentindo-se no colo de Chico, começou a se agitar e a lambê-lo.

- Ah Boneca, estou cheio de pulgas!!!, disse Chico.

A filhotinha começou então a caçar-lhe as pulgas e parte dos presentes, que conheceram a Boneca, exclamaram:

- Chico, a Boneca está aqui, é a Boneca, Chico!!!

Emocionados perguntamos como isso poderia acontecer.

O Chico respondeu:

- Quando nós amamos o nosso animal e dedicamos a ele sentimentos sinceros, ao partir, os espíritos amigos o trazem de volta para que não sintamos sua falta. É, Boneca está aqui, sim, e ela está ensinando a esta filhota os hábitos que me eram agradáveis. Nós, seres humanos, estamos na natureza para auxiliar o progresso dos animais, na mesma proporção que os anjos estão para nos auxiliar. Portanto, quem chuta ou maltrata um animal é alguém que ainda não aprendeu a amar.
Texto: Boneca & Chico Xavier, de Adelino da Silveira.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Rock nacional e internacional com a banda Autoclav no Todas as Tribos do SESC Catanduva.



Neste domingo, dia 23 de outubro, às 16h, a banda Autoclav no Projeto Todas as Tribos, com entrada gratuita.

A AUTOCLAV apresenta os maiores hits das décadas de 1990 e 2000, buscando a inovação no estilo e na performance ao vivo. No repertório, canções de artistas nacionais como O Rappa, Skank, Jota Quest e Charlie Brown Jr., além de internacionais como Linkin Park, Red Hot Chili Peppers, Foo Fighters, Oasis e Audioslave.

A banda e formada Caio Cesar (vocais), Diego Moita (bateria), Fabien Laporte (guitarra) e Wellington Catarussi (contra-baixo).
O projeto Todas as Tribos se caracteriza pela diversidade musical apresenta em sua composição diversos gêneros musicais.

Dia 23 de outubro, domingo, às 16h.
Grátis.

Mais informações na Central de Atendimento da unidade local ou pelo telefone (17) 3524-9200.

Serviço
SESC Catanduva
Praça Felício Tonello, 228 - Vila Rodrigues - Catanduva - SP
17 3524-9200

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Papa-pilhas em Catanduva

PAPA-PILHAS.




Caros Leitores, sabe aquelas pilhas,baterias usadas que você não sabe mais o que fazer, ou onde levá-las?

As agências bancárias do grupo Santander possuem o chamado papa-pilhas, que é um programa que recolhe e recicla pilhas, baterias portáteis, celulares, laptops, câmeras digitais e outros aparelhos eletrônicos portáteis que caibam nos coletores. Os postos de coleta estão instalados nas agências e prédios administrativos do Banco e ficam à disposição de toda a sociedade.

Aqui em Catanduva, a agência fica loclizada na rua Brasil esquina com a rua Paraíba. Você também pode fazer sua parte e encaminhar os materiais na agência de nossa cidade.

domingo, 9 de outubro de 2011

SESC Catanduva realiza diversas atividades no dia das crianças.Participe!



O SESC Catanduva realiza nesta quarta, dia 12, diversas atividades no dia das crianças com participação gratuita e vagas limitadas.

Programação:

Oficinas e Recreações
Apreenda a fazer fantoche com pet, fantoche de meia, bilboque, palhaço cone, balangandã, sapo articulado e pipa.
Brinque nas gincanas recreativa, aquática e caça ao tesouro.
Dia 12, quarta, das 10h às 17h.
Grátis.

Espetáculo Circense - O Mundo dos Irmãos Becker
Malabaristas cômicos surpreendem, com a criatividade de seus números de malabarismo e equilibrismo repletos de plasticidade, diversidade de materiais e alto nível técnico, criando uma linguagem única de interatividade.
Com Grupo Irmãos Becker.
Dia 12, quarta, às 14h.
Quiosque B. Grátis.

Ginástica Geral – De 3 a 6 anos
De 12 a 16, quarta a domingo, às 13h.
Espaço Criança. Grátis.
Recreação Aquática
Dias 12 a 15, quarta a sábado, às 15h.
Conjunto Aquático. Grátis.
Necessário possuir exame dermatológico.

Brincadeiras e Jogos Populares
Confecção de brinquedos e resgate de brincadeiras populares.
De 12 a 14, quarta a sexta, às 14h.
Quiosque A. Grátis.

Oficina de Malabares - Swing Poi
O malabarismo é a arte de manipular objetos. É uma modalidade do circo, assim como a acrobacia e o equilibrismo.
Dia 12, quarta, às 15h30.
Quiosque A. Grátis.
Espetáculo Infantil - O Flautista de Hamelin

Na adaptação do conto “O Flautista de Hamelin”, o público verá uma interessante mistura do lúdico, através do teatro de animação - com bonecos e objetos que despertam a imaginação de quem assiste - com o realismo de personagens e sentimentos tão humanos como a vingança e o rancor. As figuras dos governantes da cidade e a do próprio Flautista acabam por sofrer um desvio de conduta, trazendo o arrependimento de atitudes desonestas e da vingança. Mas, diferentementes dos grandes poderes e feitos extraordinários, o que salva a todos na história é algo que qualquer um de nós tem: nossa palavra.
Cia. Teatral Boccaccione.
Dia 12, quarta, às 10h30.
Quiosque A. Grátis.

Mais informações na Central de Atendimento da unidade local ou pelo telefone (17) 3524-9200.

Serviço
SESC Catanduva
Praça Felício Tonello, 228 - Vila Rodrigues - Catanduva - SP
17 3524-9200

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Artigo:O INPE. Pós-graduação e raios e trovões.

                                                        Mario Eugênio Saturno

Enquanto vemos a Educação sofrer grandes revezes no Brasil, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) participa e colabora muito para a educação nacional, principalmente na pós-graduação. Em 2011, são 170 alunos matriculados nos programas do INPE, que mantém cursos de mestrado e doutorado nas áreas de Astrofísica, Engenharia e Tecnologia Espaciais, Meteorologia, Computação Aplicada, Geofísica Espacial, Sensoriamento Remoto e Ciência do Sistema Terrestre. O INPE ainda possui um excelente serviço de biblioteca.

Para o início das atividades desse ano o INPE trouxe a ex-ministra do Meio-Ambiente e candidata a presidente nas últimas eleições, Marina Silva, para ministrar a aula magna. no INPE. A aula foi promovida pela Ciência do Sistema Terrestre, que teve como tema o papel da ciência na política  ambiental do país. Nessa oportunidade, Marina Silva trouxe uma visão bastante humana sobre o assunto que surpreendeu muita gente que somente conhecia sua atividade política.

Outra colaboração interessante do Instituto foi o curso ministrado para professores do ensino fundamental da rede municipal de Campinas, SP, que tiveram aulas práticas de geotecnologias. O curso foi ministrado por pesquisadores da Divisão de Sensoriamento Remoto do INPE e promovido pela Embrapa Monitoramento por Satélite, que tem sede em Campinas, por meio do projeto GeoAtlas. O curso abrangeu o software de geoprocessamento Spring, um Sistema de Informações Geográficas desenvolvido pelo INPE e de uso gratuito.

Cabe ressaltar que todos os anos, em julho, o INPE promove o curso de "Uso Escolar do Sensoriamento Remoto para Estudo do Meio Ambiente" para professores de todo o Brasil. Com aulas sobre tratamento de imagens de satélites, cartografia e geoprocessamento, esse curso apresenta aos professores os fundamentos da tecnologia espacial e suas aplicações na agricultura, no estudo do espaço urbano, da vegetaão e de bacias hidrográficas. As aulas destacam ainda as aplicaçes em meteorologia, noções de monitoramento e previsão de tempo, além de práticas de campo sobre o sistema de posicionamento global GPS.

INPE também está lançando seu primeiro concurso de fotos e vídeos de raios no Brasil. Para quem não sabe, nosso país é o campeão mundial em incidência do fenômeno, com 60 milhões de descargas por ano. Apesar da grande incidência são poucas as imagens de raios disponíveis no Brasil. Amador ou profissional, todo fotógrafo ou cinegrafista pode inscrever-se.

E por falar em raios, o artigo científico do pesquisador Osmar Pinto Junior, coordenador do Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT/INPE), está entre os "Top-50 artigos mais citados" da revista Atmospheric Research. Um verdadeiro exemplo da competência dos pesquisadores do Instituto.

Mario Eugenio Saturno é Tecnologista Sênior do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), professor do Instituto Municipal de Ensino Superior de Catanduva e congregado mariano. (mariosaturno@uol.com.br).

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Centro de Zoonoses faz censo para mapear número de animais em Catanduva.


O Centro de Zoonoses, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Saúde (SMS), começa, na próxima semana, o cadastramento de cães e gatos no município. O censo vai relacionar também outros animais que vivam nas residências.

A intenção do órgão é gerar estatística que se aproxime do número real de animais no município. A ideia é dinamizar o atendimento do setor, utilizando os dados em futuras campanhas e até no combate a possíveis doenças.

O primeiro território a receber o censo é a área 1, que compreende bairros como Jardim Bela Vista, Tarraf, Jardim Sales, Vila Lunardelli, Colina do Sol e Jardim do Bosque. A expectativa é de que o trabalho termine em três meses.

O cadastramento será feito por agentes comunitários de Saúde, em locais onde exista o Programa de Saúde da Família (PSF), e por funcionários do Trabalho Certo e do Centro de Zoonoses. Todos estarão devidamente uniformizados e identificados.

“O pessoal está passando por treinamento nesta semana e, a partir de segunda-feira, estarão aptos para dar início ao trabalho”, informou o chefe de seção do Centro de Zoonoses, o médico veterinário Lincoln Horita.

Censo

Os proprietários dos animais terão que se identificar e responder a perguntas como nome do animal, sexo, idade aproximada. Se há mais de um animal na casa, será feito o mesmo questionamento quantas vezes forem necessárias.

“Pedimos a compreensão e colaboração de toda a comunidade. Esse mapeamento é importante para que tenhamos uma base de dados digitalizada de todos os animais existentes na cidade”, explica Horita.

O primeiro cadastramento no município foi realizado em 2009. A intenção é de que seja feito a cada dois anos.

Fonte: Assessoria de Comunicação.

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Divertimento Humano: Sacrifício Animal (Prof. Agnelo Campos).


Este artigo, previamente agendado, teria como título: O Bem-estar Animal, matéria publicada na Revista do CFMV (Conselho Federal de Medicina Veterinária),sobre o qual eu comentaria, com a devida licença da Revista e dos autores. Entretanto, um desastroso caso havido com um animal na Festa de Peão de Boiadeiros de Barretos, leva-me a juntar-me a tantas outras vozes que condenaram o fato.

Temos, lamentavelmente, uma história pouco ilustre sobre o trato com animais. Farra do boi, exploração de animais em circos, rinhas de brigas de galos, pássaros com olhos vazados para cantarem melhor, filhotes de aves para contrabando entalados em tubos plásticos e outras misérias mais.



O que ocorreu numa das atrações, conforme publicação em um jornal de circulação nacional: “Acidente com bezerro gera polêmica”; “Morte de bezerro vai parar na Promotoria”, é algo estarrecedor para quem tem equilíbrio mental. Esperamos que o fato não pare na Promotoria, mas que ande nessa entidade como um processo que alcance culpados. O texto é claro quanto à contradição existente entre os representantes que se manifestaram. Os argumentos de fatalidade, a comparação com corrida de carros, pelo perigo assumido, são primários, cínicos e insensíveis. O piloto de carro, quando assume um risco é porque ele, sendo racional, dono de sua vontade, pode escolher. O animal não; ele é conduzido à força para essas façanhas. Ou ele optaria por isso? Não, diante do poder de domínio do ser humano, ele é compelido.

Sabemos que festas, comemorações, eventos, espetáculos são promovidos para gerar a alegria,a descontração,o lazer,a convivência das pessoas. Mas, a esse preço?

Por que “buldogueiro”? Porque ele faz o papel de um buldogue, cão usado para acuar e pegar animais? Isso é coisa do passado, atitude grotesca e incivilizada. Dizer que a torção no pescoço do bezerro não o prejudica é o mesmo que dizer que uma marretada no crânio de uma pessoa é algo saudável.

Qualquer pessoa de mediana inteligência ou que tenha algum contado com animais sabe que existe a necessidade de sua contenção para se lidar com eles. Casquear,ferrar,examinar,curar são atos que exigem cautela. Até a ordenha manual exige cuidados especiais. Eles são fisicamente mais fortes do que nós, mas pouco podem contra nossa inteligência, astúcia, e, freqüentemente, maldade, brutalidade e truculência. Nada, em circunstância alguma, justifica o uso dessa prova. Na prática, todos sabem, isso não é necessário, há métodos mais lógicos, racionais. O que se destaca nesse ato é puro exibicionismo, à custa do animal, é claro.

                                                        Camila Jorge - Modelo e Atriz

Como o ser humano, o animal pode ser treinado, pode ser submetido a baterias de exercícios, nunca, porém, além de seus limites, o que não é respeitado jamais nesses eventos. A busca de adrenalina, de emoções fortes é própria do ser humano, mas tem seu preço, é voluntária, previamente conhecida e consentida; aos animais só resta a submissão, o medo, o desgaste e ... A morte.

Esperamos que essas manifestações de repúdio a essa estupidez cresçam se juntem a outros esforços e façam um coro de paz em prol desses seres aos quais tanto devemos: nossos amigos, os animais.


Autor: Professor Agnelo Campos é professor de Língua Portuguesa e Literatura em Pirangi-SP.

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Artigo: O consumo nosso de cada dia.

                                                         Davis Glaucio Quinelato
Percebe-se que a cada dia, a busca pelo consumo desenfreado tem tomado conta das pessoas. Aliado ao crescimento econômico e a melhora de vida dos brasileiros, o grande desafio é refletir sobre o que realmente é importante. Será mesmo que aquele seu celular adquirido á pouco mais de 2 meses já não serve mais? Sabe aquele seu televisor ou geladeira comprado á poucos anos atrás,que já não esta mais na moda, mas ainda continua funcionando, precisa mesmo ser trocado?

Você já percebeu quantas sacolinhas plásticas são utilizadas em apenas uma compra? Pergunta-se: Para onde vai todo esse lixo? Você percebeu que tudo o que possui na sua casa vem de recursos retirados da Natureza?

A organização Internacional Global Footprint Network produziu um estudo sobre a revisão dos atuais e inviáveis modelos de consumo. De acordo com o estudo, o Planeta Terra precisa atualmente de quase 18 meses para produzir os serviços ecológicos que os quase 7 bilhões de humanos utilizam em um ano. Isso significa que estamos consumindo quase um Planeta e meio em 12 meses. No atual ritmo, dizem os autores deste estudo, no início da década de 2030 precisaremos de duas Terras para atender nossa demanda atual.



Você acha que isso é discurso catastrófico de ambientalistas? Olhe ao seu redor e veja a quantidade de carros novos que estão rodando nas ruas, o quanto tem se devastado a Amazônia para a criação de gado e soja para o consumo. Perceba a quantidade de embalagens em um simples biscoito.

Você consumidor, deve ficar atento ao que realmente lhe interessa e fazer o uso consciente do seu dinheiro e refletir qual o Planeta que você que deixar para as futuras gerações, incluindo ai seu filho e neto. Atitudes simples no seu dia a dia, como apagar uma luz que esta acesa indevidamente, aproveitar melhor a luz solar, substituir a carne por alimentos vegetais (1 quilo de carne para ser produzido consome 15 mil litros de água), substituir lâmpadas incandescentes pelas fluorescentes ou de LED, são formas de auxiliar e ajudar o meio ambiente. Ao invés de jogar no lixo uma roupa ou produto que não utiliza mais, doe a quem precisa ou a alguma instituição de caridade.

Pense nisso e tenha mais compreensão para com o Planeta, pessoas e seres vivos que nele habitam.

terça-feira, 8 de março de 2011

Artigo: Tenho a impressão que meu cachorro fala comigo!



Tenho a impressão que meu cachorro fala comigo!

Sim, a frase acima é comumente dita por pessoas que vivem em contato constante com seus cães. Esses peludos espertos realmente tentam se comunicar com a gente. O que acontece, na maioria dos casos, é que os donos ou não entendem mesmo o que os cães querem dizer ou tendem a não querer admitir que isso esteja ocorrendo.

Para que vocês entendam o que pode ocorrer quando e com qual intensidade isso ocorre, vou contar um episódio que aconteceu comigo. Os nomes e lugares foram modificados para não comprometer os envolvidos nos fatos.

S.O.S EDUCADOR CANINO:

Certo dia fui chamado para atender um caso de comportamento inadequado de um cão, que estava atacando as pessoas da casa em que ele morava. Quando cheguei no local, como sempre faço, comecei a entrevistar todos da casa para conseguir, de forma imparcial, as informações do que realmente estava ocorrendo.

Chamei todos na sala e comecei a sabatina sobre o cão. Procurei saber quando o problema havia começado. Percebi algo estranho com relação à dona do cão, que vamos chamar de "Petruquio". Sempre que um rapaz, que me foi apresentado como noivo da dona do cão, se aproximava ela se afastava.

DESCOBRINDO O PROBLEMA:

Todos estavam sentados. A noiva e seu noivo sentaram-se nas extremidades do sofá. O restante da família se ajeitou em seus lugares e começamos uma descontraída conversa. Perguntei qual era o problema. Todos responderam, ao mesmo tempo, que “Petruquio” estava ficando louco e mordendo o pé de todo mundo. As vítimas eram desde a irmã mais nova até a vovó, cujo ‘ataque’ tinha acontecido dois dias antes de minha estada lá, o que estava resultando num ultimato para o pobre “Petruquio”, fazendo com que ele que se tornasse um forte candidato a ser entregue pelos donos ao CCZ.

Perguntei quando o problema havia começado. A vovó respondeu que isso vinha acontecendo a, aproximadamente, 4 meses e que antes disso ele era um cachorro normal, cheio de energia e bagunceiro. Questionei como era a rotina do “Petruquio” na casa. Comecei a ter certeza do que estava acontecendo. O noivo falou em voz alta, em tom de indignação, que ele era tratado como um reizinho e que ninguém dava limites a peludo.

Imediatamente, a dona do acusado se rebelou e acusou o rapaz de ser um tirano e que, sempre que possível, batia sem motivos em “Petruquio”.

BATE BOCA E O FIM DO CASAMENTO:

Começou um briga daquelas na minha frente. O pessoal do: “deixa disso, vamos parar, olha a visita” entrou em ação. Quando tudo parecia normal, o jovem rapaz me questionou se da forma como a dona tratava o cachorro era possível viver em um apartamento, pois eles iram se casar em alguns dias.

Muito indignada e mostrando muita raiva a moça gritou, enquanto caminhava para seu quarto, que ele poderia ficar tranquilo porque não iria acontecer mais casamento algum!

Fiquei sem saber o que fazer, afinal um casamento havia terminado na minha frente. Logo tudo ficou mais calmo. A mãe e a irmã foram consolar a moça que estava aos prantos. O rapaz saiu da casa e entrou em seu carro como se fosse partir. Na sala, ficamos apenas a avó eu. Nesse momento, vi uma oportunidade de ajudar em duas situações simultaneamente: evitar a perda do lar do “Petruquio” e de ajudar o casal a se reconciliar.

Conversando com a vovó, que apenas ria de tudo dizendo que o povo daquela casa estava mais doido que o cachorro. Descobri alguns detalhes que não haviam sido falados até aquele momento. Pedi para ver o cão mordedor e me foi apresentado um feliz e estabanado Old Sheep Dog, que se parece com a Priscila “Tv COLOSSO”.

O PROBLEMA:

A vovó me confessou que o casamento já havia sido marcado e que quase tudo estava pronto e que há, aproximadamente, cinco meses eles teriam contratado um Buffet que cuidaria da festa, mas após pagarem a descobriram que tinham caído num golpe e tudo o que haviam planejado teria se perdido e que o cachorro somente mordia os pés das pessoas como se tentasse encurralar ou conduzir a algum lugar.

Nesse instante fiz minha estratégia para consertar as coisas. Falei com a moça, que se derretia aos prantos. Consegui convencê-la a me acompanhar numa seção de treinamento que aconteceria em um grande parque da capital com o intuito de dar mais disciplina ao cão descontrolado. Em seguida, falei com o rapaz, que estava muito triste e com cara de perdido. Pedi que ele me acompanhasse na mesma seção de treinamento. Detalhe: meu compromisso com ele era 20 minutos do marcado com a moça.

ENCONTRO MARCADO, NAMORO REATADO: PROBLEMA RESOLVIDO!

No final de semana o encontro esperado. A moça chegou no horário com o cachorro e começamos um treino leve.“Petruquio” mal se continha de felicidade. Vinte minutos depois aparece o rapaz, que, surpreendido com a presença da moça, fechou a cara e ficou bravo comigo. Convenci o rapaz a ficar.

Expliquei que sabia o que estava acontecendo. Contei sobre as origens da raça do “Petruquio”, originalmente essa raça era utilizada para tomar de conta de rebanho, e também ser guardião, motivo pelo qual o comportamento do peludo estava mudando. Como um bom cão de pastoreio e guarda, “Petruquio” estava presenciando uma situação na qual poderia ficar inerte: a família, ou seu rebanho, estava se desgarrando, se afastando por causa das brigas. Ele, como um bom cão de pastor, tratou de juntar as pessoas com a qual se importava.

Nosso cão descontrolado era o único que estava tentando fazer algo para juntar o casal e a família, que, por conta do episódio do Buffet, estava em pé de guerra e dividida. Como os cães não sabem falar ou escrever ele teve que usar seus próprios recursos para evitar que um mal maior ocorresse: a divisão do rebanho. Apesar de seu esforço, “Petruquio” não foi compreendido e pior: foi diagnosticado por todos como louco.

Após mostrar que o cão só queira ajudar, o casal imediatamente se abraçou e puxaram o pobre “Petruquio” que, sem saber de nada, quase foi esmagado. Peguei o cachorro dos dois pombinhos e disse que eles precisavam conversar. Recomendei que levassem todos os dias “Petruquio” para se exercitar junto com eles. Deixei os dois sozinhos e fui passear com o aquele cachorro que estava louco para correr.

LIÇÃO:

Nós (humanos) temos uma grande tendência a culpar alguém pelos nossos problemas e as coisas ficam feias quando envolvem um pobre cão que não pode se defender. Por isso, é bom, antes de culpar seu cão, olhar bem para ver se ele não está dando sinais que algo está errado. Procure ajuda, se necessário, antes de tomar uma medida drástica. Ah! Já ia me esquecendo: o casal se casou na data marcada, levaram “Petruquio” junto e ele nunca mais mordeu ninguém. Agora ele está feliz com seu rebanho!

Jorge Pereira é Cinotécnico e Etólogo, especializado em comportamento canino, especial para o Blog do Davis Quinelato.

Colaboração e Agradeciemnto: Mauricio Vicentin

sexta-feira, 4 de março de 2011

Cultura:Teatro Infantil - Colombina, Pierrot e Arlequim no Carnaval do SESC Catanduva‏


O SESC Catanduva traz nesse domingo, dia 6, às 10h30, o espetáculo Brincando com o Carnaval na Mostra de Repertório de Teatro Infantil, da Cia. Burucutu, com entrada gratuita.

Brincando com o Carnaval e um espetáculo que mostra o interesse pelo carnaval tradicional, sua musicalidade representada através das marchinhas, sua prosa e o resgate de personagens cruciais da festa, foi o assunto do espetáculo “Brincando com o Carnaval”, que abordava o Carnaval e sua evolução ao longo das décadas.

O intuito do projeto é resgatar marchinhas que surpreendam todas as idades, apresentado-as aos mais novos e revivendo-as para o público mais velho, focar o carnaval tradicional, o qual já não se vê mais, aquele com a presença de personagens clássicos como a Colombina, o Pierrot e o Arlequim.

Cia. Burucutu

A Cia. Teatral Burucutu foi fundada no ano de 2002 e desde então, vem se destacando no meio teatral com montagens contemporâneas e inovadoras, tendo como objetivos: formação de público teatral e o resgate de obras literárias fundamentais. Atualmente, a Cia. se dedica principalmente ao público infantil, recontando de forma lúdica e criativa, clássicos da literatura universal.

Classificação Indicativa: Livre

Ficha Técnica

Atores e Músicos: Raissa Delarissa (voz e contra baixo), João Delarissa (bateria), Leonardo Maurício (voz e violão), Cristiano Pedro Antonio (teclado, acordeom e voz) e Gustavo Aragoni (perna de pau e malabares);

Figurinos: Clarinda Tito e Luzia Conceição;

Adaptação / Texto: Carla Tito;

Direção Musical: Cristiano Pedro Antonio;

Direção Geral: Carla Tito.

Dia 6 de março, domingo, às 10h30.
Quiosque A.
Grátis.

Mais informações na Central de Atendimento da unidade local ou pelo telefone (17) 3524-9200.

quinta-feira, 3 de março de 2011

Reflexão

Sesc Catanduva apresenta Carnaval de qualidade com entrada gratuita.

NEM SAMBA NEM ROCK O NEGÓCIO E SAMBA-ROCK



O SESC Catanduva faz o especial de Carnaval de 4 a 8 de março, com 5 bandas de samba-rock que se apresentarão na unidade, com entrada gratuita.

Com uma serie de shows dançantes como o samba e divertidos como o rock o SESC Catanduva traz o Especial de Carnaval, Nem Samba Nem Rock o Negócio e Samba-Rock.

Trio Motin

Regado com muito samba-rock e gafieira o Trio Motim coloca em prática esse som dançante e muito brasileiro, explorando esse universo através do repertório com músicas pra ninguém ficar parado. Para este show músicas e arranjos da orquestra tabajara, que já chega aos 68 anos de existência com o Maestro Severino Araújo, o som lembra as bigbands americanas.

Dia 04 de março, sexta, às 20h.
Quiosque A.
Grátis.

Poesia Samba Soul
O grupo traz a mistura do groove, hip-hop, soul, funk music e samba-rock, buscando a inovação e por horizontes cada vez mais distantes com essa mistura. A banda fez muitos shows, e a cada show foi descobrindo e aperfeiçoando esse estilo de fazer um som consciente.

Com o passar do tempo o som foi ficando mais concreto e as composições da banda começaram a ganhar uma visão de responsabilidade, ou seja, um som contagiante e letras que contam experiências cotidianas tanto dos componentes da Banda quanto de compositores da própria comunidade.

Dia 05 de março, sábado, às 16h.
Quiosque B.
Grátis.

Afro Soul

A Banda bauruense formada por Lilo Oro (bateria), Ed Florindo (percussão), Stivy Henrique (guitarra), Chiquinho Garcia (baixo), João Lima (guitarra e voz), Maikel Robert (trompete) e Eduardo Johansen (trombone), tem como influências o groove. A banda traz seu som para ouvir, curtir e levar para uma viagem musical imperdível.

Dia 06 de março, domingo, às 16h.
Quiosque B.
Grátis.

Segura Nega

A banda se caracteriza como uma banda de samba rock moderno, onde as músicas ganharam novas roupagens, novos arranjos, novos sons, e uma cara pop, tudo isso sem perder a sua típica malandragem. Como cada um dos integrantes possui uma pegada característica, percebemos que a maior influência da banda é a miscigenação de estilos trazidos por cada um, desde o samba até o rock, fazendo assim um som seja autêntico.

Dia 07 de março, segunda, às 16h.
Quiosque B.
Grátis.

Vambora

A banda traz toda uma influência da música brasileira, que sob o palco se transforma em batucada, o que confere a eles o rótulo de samba-rock. O refinamento do som, garantido pelos metais, mistura saudosismo e vanguarda à cozinha, sempre temperada pelo swing da guitarra e o ritmo das percussões. Toda a essência da nossa música misturada com a energia que as boas bandas de rock trazem pra seus shows.

Dia 08 de março, terça, às 16h.
Quiosque B.
Grátis.

Mais informações na Central de Atendimento ou pelo telefone 17 3524-9200

terça-feira, 1 de março de 2011

Carnaval 2011: Tudo pronto para a festa de momo.


Os preparativos para o Carnaval 2011 (4 a 7 de março) de Catanduva, já estão prontos e nesta sexta-feira inicia-se a melhor festa de momo dos últimos tempos.O trabalho dos voluntários no Conjunto Esportivo, nos barracões das escolas de samba e nas instituições assistenciais que também participarão da festa recebem seu re
toque final.

Além do desfile oficial, que terá como tema a Paz Universal, passarão pela avenida as escolas Bateria Nota 10, Mocidade Rubro Norte e Coração de Bronze, e quatro trios elétricos: Pedindo Bis (dia 4), Jana Lima (5), Matraka (6) e Tribo do Guetto (7).

A Comissão de Festejos Carnavalescos (Cofescar) anunciou a participação de cinco artistas no Carnaval de Catanduva. Andressa Oliveira, Caco Ricci, Rodrigo Phavanello, Humberto Carrão e Daniel Erthal serão os destaques.

Representantes da ala jovem dos artistas da TV, com passagens por novelas e programas da Globo e Record, além do reality show ‘A Fazenda’, os cinco famosos devem chamar a atenção do público de Catanduva e região pela beleza e simpatia.

Humberto Carrão (dia 4)

Um dos mais esperados é Humberto Carrão, o Luti da novela ‘Ti-Ti-Ti’, filho único de Ari (Murio Benício) e Suzana (Malu Mader). O ator atuou em ‘Malhação’, como Diogo e Caio Lemgruber, em ‘Bang-Bang’, como Pablito, e no ‘Sítio do Pica-Pau Amarelo’. Aos 19 anos, o ator estuda cinema e pretende cursar direção e interpretação.

Rodrigo Phavanello (dia 5)

Rodrigo Phavanello, ator e cantor, foi integrante da banda Dominó, e estreou em novelas em 2005 em ‘Alma Gêmea, como Roberval. Recentemente, atuou nas globais ‘O Profeta’ e ‘Sete Pecados’. Em 2010, tornou-se Silvio, em ‘Ribeirão do Tempo’, da TV Record. Phavanello também posou nu duas vezes para a revista G Magazine.

Andressa e Caco Ricci (dia 6)

Atriz e apresentadora, 22 anos, Andressa Oliveira é modelo desde os 7 anos, cursa jornalismo e teatro, e participou da segunda edição do reality show ‘A Fazenda’, da TV Record. Esbanjando sensualidade, Andressa namora Caco Ricci, 31 anos, modelo internacional que se tornou seu par romântico durante o programa da TV Record.

Daniel Erthal (dia 7)

Aos 22 anos, o ator Daniel Erthal também estará em Catanduva. Surgido no teatro, teve como principal papel na TV o bad boy Pedra, em ‘Da Cor do Pecado’, além de participações em ‘Porto dos Milagres’, ‘Malhação’, ‘Sítio do Pica-Pau Amarelo’, ‘Belíssima’, ‘Eterna Magia’ e na Dança dos Famosos, do Domingão do Faustão.

CARNAVAL SOLIDÁRIO


O Carnaval de Catanduva terá entrada gratuita nas quatro noites de festa. Quem preferir poderá colaborar com o ‘Carnaval Solidário’, projeto que beneficiará oito instituições com a renda total obtida nas arquibancadas. O ingresso custará R$ 2,00. Já os camarotes estão sendo vendidos antecipadamente pelo telefone 3524-9230.
 
LOCAL
 
Avenida Theodoro Rosa Filho, a partir das 21:00h.

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Projeto Luxo do Lixo recolhe 722 toneladas em 16 meses.



Fruto de uma parceria entre a Prefeitura de Catanduva, a Cáritas Diocesana e a Associação Pão Nosso, o Projeto Luxo do Lixo recolheu 722,80 toneladas de lixo pelos quatro cantos da cidade ao longo dos últimos 16 meses.

A informação é da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agricultura, por meio de Relatório de Desempenho da Gestão de Resíduos Recicláveis em Catanduva - uma das inúmeras ações do setor relacionadas à preservação do meio ambiente local.

Responsável pela coleta, triagem e comercialização dos materiais recicláveis coletados, o projeto, que surgiu devido à preocupação em se dar uma destinação ambientalmente adequada aos referidos resíduos, foi reforçado há cerca de quatro meses quando a Prefeitura de Catanduva lançou o Programa “Catanduva Limpa”.

Somente no último ano foram recolhidas 593,21 toneladas de lixo.

Fonte: Assessoria de Comunicação.

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

CARNAVAL: Ibirá Promove o melhor Carnaval da Região.


O carnaval 2011 de Ibirá vem prometendo ser um dos maiores já realizados na região, prova disso é a montagem da mega estrutura que se iniciou há 1 mês antes do ínicio da festa.


A montagem começou ontem e já está em estágio avançado. Para se ter uma idéia da mega estrutura que será montada, 9 caminhões farão o transporte das peças, serão 130 toneladas de estruturas metálicas que serão utilizadas na festa.

“É com esta mega estrutura que esperamos receber mais de 150 mil foliões durante as 5 noites do carnaval de Ibirá”, reforça o Prefeito Nivaldo Domingos Negrão, ‘Biscoito’.




DIVULGAÇÃO PREFEITURA DA ESTÂNCIA HIDROMINERAL DE IBIRÁ

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

BLOG ENTREVISTA: Larissa Rios (Turismo 4 PATAS com Animais)

O QUE É O TURISMO 4 PATAS?


O Portal Turismo 4 Patas promove atividades de lazer para Pets (animais de estimação) e seus donos

Com foco nas áreas de turismo e eventos, atua principalmente como um veículo de divulgação de meios de hospedagem que aceitam pessoas acompanhadas dos seus mascotes (os chamados pet friendly). E também oferece informações para auxiliar no planejamento de viagens onde o conforto e a segurança do “viajante 4 patas” são essenciais.

Enquanto pioneiro no seguimento do "turismo animal" pretende tornar-se um site de referência em se tratando de viagens e eventos com animais de estimação e levar ao conhecimento do público todas as opções de lazer possíveis de serem aproveitadas na companhia do nosso “melhor amigo”.

O Turismo 4 Patas tem ainda o propósito de criar oportunidades de socialização através de eventos que visam reunir, educar e divertir, em conjunto, os Pets e seus respectivos tutores. Por isso, organiza e realiza eventos que propõem aos seus participantes, humanos e caninos, o convívio com a natureza e a prática de atividades de ecoturismo e esportes de aventura como Floating, Rafting, trilhas, caminhadas ecológicas, passeios de barco, etc.

O Turismo 4 Patas assume também a sua parcela de responsabilidade social fomentando o conceito de “posse responsável” na sociedade e, sempre que possível, apoiando e organizando ações em prol do bem-estar animal.

ENTREVISTA

BLOG: Como surgiu a ideia de criar um portal especializado em promover passeios, inclusive radicais, para que tutores e animais possam interagir?

L.R.:A idéia de criar o Portal surgiu de uma série de necessidades minhas: 1) Eu estava buscando uma oportunidade profissional e queria algo que unisse a minha formação em Turismo com a minha experiência na organização de eventos; 2) Queria fazer algo que estivesse ligado à minha grande paixão: os animais; 3) Na mesma época, eu adquiri a minha mascote, a Cléo (uma Golden Retriever) e não queria ter que deixá-la toda vez que tivesse que viajar. Então, na minha própria busca por dicas sobre viagens com animais, descobri o quanto o mercado brasileiro era carente de informações sobre esse tema e que a grande maioria dos donos de pets também tinham a mesma dificuldade que eu. Assim nasceu o Portal Turismo 4 Patas.

Os passeios radicais entraram natural mente na programação, uma vez que, tanto eu quanto a Cléo, gostamos de aventuras e do contato com a natureza.

BLOG:  Qual tipo de passeio é mais procurado por tutores e viajantes de 4 patas?

L.R.: As trilhas são as mais procuradas. Porque é uma oportunidade dos animais desfrutarem de liberdade, espaço e do convívio com a natureza.

BLOG: Quais cuidados o portal toma para evitar acidentes com os animais e com os tutores?

L.R.: Nossa equipe é integrada pelos especialistas em comportamento animal da empresa Expert Dog, que também são Socorristas. Eu mesma, também tenho formação em Comportamento Animal e Auxiliar Veterinário, para qualquer emergência.

Buscamos conhecer um pouquinho do temperamento dos cães no ato das inscrições para identificá-los e dar a devida atenção assim que chegam ao local do evento.

Estamos sempre atentos à qualquer alteração de comportamento ou estado de espírito dos animais, para intervir se necessário.

Evitamos situações que possam provocar atritos como alimentá-los em grupo, permitir a presença de cadelas no cio, etc.

BLOG: A Cléo é sua cãosultora para a escolha do passeios. Teve algum que você gostaria de promover e que ela desaprovou?

L.R.: Sim, já testei muitas trilhas onde pude perceber que o entusiasmo da Cléo não era significativo....ou porque o percurso era curto demais, ou porque não havia opções para ela nadar (e ela ADORA água!).....Também alguns percursos que apresentavam risco para os animais, não passaram pelo nosso teste de qualidade.

BLOG: Qual o tipo de público que frequenta os passeios?

L.R.: Isso é bastante diversificado. Nós temos uma mescla muito grande, mas podemos dizer que a maioria seja de jovens solteiros (principalmente mulheres) e jovens casais sem filhos. Mas também temos crianças e participantes da terceira idade em algumas ocasiões.



 

BLOG: Que paralelos podem ser traçados entre os passeios com animais no Brasil e em outros lugares do mundo?

L.R.: No Brasil, nós somos a única empresa que realiza esse tipo de atividade atualmente. Sabemos que em países como Estados Unidos, Canadá e Inglaterra, o segmento de viagens com animais é bastante desenvolvido e que há muitos anos já há uma promoção de diversas atividades esportivas onde cães e donos podem interagir. Temos exemplos de campeonatos de saltos, campeonatos de surfe, canicross, e muitos outros. Mas todos voltados à competitividade. A nossa proposta é mais focada no lazer e na diversão.

BLOG: O portal oferece um guia com lugares onde os animais são aceitos. Você acredita que seja uma tendência mundial os animais viajarem com seus tutores?

L.R.: Com certeza! Não tenho dúvida alguma....alias, quando comecei a investigar o mercado em busca de informações para montar o meu negócio, foram do exterior a maior parte das minhas fontes de investigação. Europa, Canadá e Estados Unidos estão anos luz à frente do Brasil, em termos de “turismo animal”. São dezenas de empresas que tratam da burocracia e do transporte para donos que vão viajar com seus animais; as grandes redes hoteleiras têm prazer em se classificar “Pet Friendly”; restaurantes, bares e até transportes públicos permitem a entrada de animais de estimação...e até mesmo já há companhia aérea específica para eles – os animais.
Nós estamos tentando implantar essa mesma realidade aqui no Brasil e acho que estamos no caminho.

BLOG: Somos do interior. Você pretende realizar alguma atividade na região de Catanduva?

L.R.: Já realizamos diversas atividades em cidades do interior. Porque não? Vamos fazer um levantamento de potenciais roteiros em Catanduva e cercanias, sim!

Colaboração e Agradecimento ao Mauricio Vicentin.